Em Taha'a, o fofíssimo Le Taha'a

Há dois anos eu não voltava ao Le Taha'a. Já tinha me hospedado lá por duas vezes, em 2014 e 2015, e guar...































Há dois anos eu não voltava ao Le Taha'a. Já tinha me hospedado lá por duas vezes, em 2014 e 2015, e guardava com muito carinho doces memórias da ilha da baunilha.

Estava ansiosa para voltar!



Na viagem de novembro de 2017, minha segunda parada no Tahiti foi em Taha'a (a primeira foi em Papeete, onde chegam e partem os voos internacionais). 

O Le Taha'a é um hotel mágico. É pequeno, muito bem cuidado, faz parte da Relais & Chateau, a maior parte da equipe é local, tem restaurante tipo casa na árvore e o mais lindo jardim de corais de toda a polinésia, sem falar na cor da água...



Dessa vez, fiquei em um bangalô na praia, diferente das outras vezes, que havia ficado em overwater. Por sorte, ganhei upgrade para o Diamond Beach Bungalow, que possui uma piscina privada maior e, além do quarto e sala imensos, há um outro quarto (bangalô anexo) onde cabe mais 3 pessoas. Bem feito para os meus amigos que não quiseram viajar ao Tahiti! hehe



Imagem relacionada




Das 3 vezes em que estive no Le Taha'a,  essa foi a mais especial. O hotel continua igual. Impecável, bem cuidado, com atendimento perfeito, mas, por alguma razão, meu espírito estava absolutamente conectado com o lugar e vivi dias incríveis. Será que já posso voltar?

Foi difícil partir!

Se você quer mergulhar na magia polinésia, opte por essa pérola do pacífico. E estando lá, não deixe de desbravar todos os cantinhos do hotel. Só nessa viagem descobri esse pedacinho aqui:








Minha recomendação para quem vai ao Tahiti por uma semana, é ficar duas noites no Le Taha'a, antes de ir a Bora Bora (que fica a 15 minutos de voo).

O Le Taha'a é, sem titubear, meu hotel preferido na ilha e um dos meus queridinhos no Tahiti!

Ps.: o gerente que conheci em 2014, Julien, hoje está no comando da rede Pearl, do qual o Le Taha'a faz parte, em Bora Bora. Mas quem assumiu o posto foi o simpaticíssimo Laurent Campi, quem me recebeu na chegada, com uma gentileza digna dos polinésios. Daquelas coisas que você só encontra por lá... 




Tem outro post aqui no blog com mais especificidades sobre o hotel e outras fotos: http://www.tahitiehaqui.com.br/2014/12/tahaa-ilha-da-baunilha-e-do-mais.html

E ai, se animou?


COMPARTILHE

TAGS:

sobre a autora

Posts Relacionados

0 comentários