Um ano depois...

Patricia,  Tardou mas não falhou! Que viagem maravilhosa, não é?!  Adorei acompanhar tudo via Instagram, em tempo real.  Um an...





Patricia, 
Tardou mas não falhou!
Que viagem maravilhosa, não é?! 
Adorei acompanhar tudo via Instagram, em tempo real. 
Um ano passou, você já viajou para um moooonte de lugares e eu sigo te acompanhando. VIAJAR É PRECISO!
Obrigada por relatar de maneira tão entusiástica a sua ida ao paraíso. Mas, nem tem como ser diferente, não é?!
Beijos, 
Andressa


                        Fotos no INSTAGRAM marcadas com  #tahitiehaqui



Clique para obter OpçõesClique para obter Opções

PATRÍCIA E CIRILO
VIAGEM: ABRIL DE 2014

 Inicialmente, agradecemos a Deus por nos permitir que esse sonho se realizasse.
Não poderíamos deixar de agradecer a Andressa, que mesmo com seus afazeres, disponibilizou tempo com suas dicas fundamentais para que tudo saísse perfeito. Nosso muito obrigada.
 Quando decidimos casar, decidimos também que faríamos algo diferente.
 Então veio a sugestão do Cirilo em comemorar no dia 05/04/14, um casamento especial, quando completaríamos 05 anos que tínhamos nos conhecido. Ele começou a me enviar alguns email’s sobre a Polinésia Francesa e fiquei louca. Também comecei a pesquisar na internet, até que achamos o blog da Andressa “O Tahiti é Aqui”. Pronto. Daí pra frente foi só emoção. Cirilo decidiu o que queria. Com as dicas da Andressa, fui concretizando.
 Decidimos hospedar em Santiago e Ilha de Páscoa também.  Foram 11 vôos durante o percurso, traslados, hotéis, e, na Polinésia optamos por meia pensão.
 Ressalte-se, que ninguém de nossos familiares e amigos souberam da viagem a Polinésia. Somente Andressa e os funcionários da Agência de Viagem. Falamos que a viagem seria somente para o Chile.
 Casamos no civil no dia 28/03/14 e em seguida partimos pra Santiago onde ficamos um dia, e, logo após, dois dias na Ilha de Páscoa. Vale à pena frisar que alugamos carro, com guia, e conhecemos a Ilha.  Foi muito bom.
 Na Polinésia, fizemos o seguinte:
01 diária em Papeete – Resort Intercontinental Thaiti
02 diárias em Morea – Resort Intercontinental Morea
04 diárias em Bora Bora – Resort Intercontinental Thalasso Bora Bora
 Em Papeete fomos recebidos por Tahitianos simpáticos nos entregando os colares típicos. Em seguida rumamos ao Resort e fomos atentidos prontamente, com todas as regalias que o cartão Ambassador nos oferece ( frutas e água todos os dias nos aptos e upgrade de quarto em todos os resorts, bem como wi-fi free). Aqui ficamos um dia, onde adoramos o café da manhã excelente, com uma vista maravilhosa.
 Pra Moorea fomos de transporte aquático ( 40 minutos) aproximadamente, com a mesma tradição dos colares e simpatia ao nos receber.
 Ficamos em um bangalô na areia, defronte pra praia. Optei em tirar fotos com golfinhos no próprio resort. Adorei. Cirilo ficou tirando fotos.
 Fizemos no dia seguinte o passeio de quadriciclo. Passamos por paisagens bonitas, mas achei sem emoção...
 À noite, no próprio resort participamos de um jantar/lual entre a praia e a piscina, com  espetáculo de danças típicas com os nativos. Tiramos fotos belíssimas.
 Agora, seria a vez de chegarmos ao destino mais esperado...
 Partimos para Bora Bora e conseguimos assento no lado esquerdo do avião. A paisagem é de tirar o fôlego...
 Depois da calorosa recepção partimos de lancha para o Resort. O azul da água é de arrepiar... nunca vi nada igual.
 Daí começou uma nova viagem...
Depois do check in, fomos levados de carrinho de golf para o bangalô...
Ao adentrarmos, não contive as lágrimas...  
Apesar de ter visto pela internet as fotos, estar ali era tudo de bom. E foi.
Aproveitamos cada metro quadrado do bangalô, do resort e de todas as suas dependências... Eram quatro diárias, mas tivemos a sorte de passar  cinco dias inteiros...
 Fizemos o passeio de barco, com arraias, tubarões e corais, terminando na praia de Matira, local maravilhoso para banhos e fotos. Imprescindível levar máquina aquática. Não se pode deixar de fazer esse passeio.
 No Thalasso Cirilo fez vários mergulhos debaixo dos bangalôs e na praia onde fica a capela. Cada foto inacreditável dos peixinhos...
Também no Resort, andamos de caiaque e stand up.
Sempre no final da tarde, relaxávamos na piscina de borda infinita, tomando um drink e saboreando o cardápio do restaurante.
 No sábado, dia 05/04/2014, era o grande e esperado dia.
Contratamos o casamento na Capela, com a concierge Laure (indicada pela Andressa), com direito a fotos e filmagens, tudo ao estilo Polinesiano.
Às 16h, a concierge nos buscou no bangalô com destino a Capela,onde foi realizado a cerimônia sobre as águas cristalinas e chão de vidro.
Foi um casamento com todas as pompas de Rei e Rainha.
A cerimônia tem tradição de troca de coroas, colares, coloca-se um manto sagrado (pareô), dança com os nativos em consagração ao casal. Trocamos votos em português e repetimos um texto em inglês. Foi muito emocionante.
Durante a viagem, conhecemos três casais de brasileiros que convidamos para a cerimônia.
 Ao término, fomos para o bangalô, juntamente com os convidados, para partimos o bolo e brindarmos com champanhe.
 Decidimos pular do deck do bangalô naquelas águas cristalinas, com a roupa do casamento, tudo filmado e com fotos feitas pelos convidados.
 Foi perfeito... um dia para ficar eternamente em nossas memórias ...
 Lembrando que nossos amigos e familiares não souberam desse casamento. Só ficaram sabendo, após um mês, quando na recepção que oferecemos, passamos as fotos por toda a noite em vários televisores no salão de festas. Foi sucesso total...
 Queríamos ter feito o passeio de parasailing, mas devido a manutenção do equipamento, estava suspenso.
 Finalizando, correu tudo tranqüilo e como tínhamos planejado, correspondendo a todas as nossas expectativas, sem nenhum dissabor.
 Recomendamos!

COMPARTILHE

TAGS:

sobre a autora

Posts Relacionados

2 comentários

  1. Lindo lugar! Quero saber se tem possibilidade de morar lá.... Sou brasileira, mas minha família por parte de mãe eh indigena, negra, portuguesa, francesa e espanhola. Ouvi falar que se tiver dupla nacionalidade francêsa, pode morar no paraíso (entenda se: taiti). Gostaria de saber se tem essa possibilidade... Ficaria MUITO feliz :D

    ResponderExcluir
  2. Oi Andressa.
    Primeiramente, estou encantada com o seu blog. Obrigada por compartilhar tantas dicas valiosas.
    Estou querendo passar a lua de mel em Bora Bora, e tenho algumas dúvidas, principalmente com relação a valores (o dolar está assustando). Você pode me enviar um e-mail com algumas dicas e informações? Ainda estamos decidindo o destino.
    Bjooss
    julianebrito_@hotmail.com

    ResponderExcluir